PAN PAC 2018 – Finais Dia 1 | Yes Swim
Pan+Pacific+Swimming+Championships+Day+1+9jBLlWPSjIHx

PAN PAC 2018 – Finais Dia 1

9 de agosto de 2018

Pan Pacific 2018Nenhum comentário em PAN PAC 2018 – Finais Dia 1

Clique aqui para ver os resultados das eliminatórias

800 livre feminino

Recorde do PAN PAC: Katie Ledecky – 8’11”35

Katie Ledecky protagonizou mais uma disputa contra o próprio recorde mundial, sem ser ameaçada pelas adversárias da prova em nenhum momento. Como de costume, Ledecky passou abaixo da linha de seu recorde até os 300 metros de prova. Ledecky passou 4’02 e “cansou” um pouco na volta, nadando para 8’09”13, 5 segundos acima de seu recorde mundial, mas o suficiente para vencer a prova e bater o recorde de campeonato. Foi seu segundo recorde no mesmo dia, dado que também bateu a marca do 200 livre nas eliminatórias.

A jovem australiana de 17 anos Ariarne Titmus esteve em segundo lugar durante toda a prova e foi ameaçada por Leah Smith no final, mas conseguiu segurar a prata na chegada, com 8’17”07, contra 8’17”21 da americana.

Comparando com os resultados do Campeonato Europeu, tivemos a italiana Simona Quadrarella vencendo com 8’16”45.

Resultado final 800 livre

IMG-0488

1500 livre masculino

Recorde do PAN PAC: Grant Hackett – 14’41”65

Prova mais fraca do que no Campeonato Europeu, onde tivemos dois nadadores para 14’36 e um para 14’42 no pódio. No PAN PAC, vitória do campeão mundial da prova de 10km Jordan Wilimovsky, com 14’46”93.

Zane Grothe, que nadou na série mais fraca pela manhã, furou a série mais forte e ficou com a medalha de prata com 14’48”40, apenas 30 centésimos à frente do americano Robert Finke. Como apenas dois nadadores por país sobem ao pódio, Jack McLoughlin da Austrália entra no pódio com a medalha de bronze com 14’55”92.

Guilherme Costa terminou na quinta posição geral com 15’03”40, e quarto lugar considerando o limite de apenas dois americanos à sua frente. Essa foi a quarta melhor marca da carreira de Guilherme Costa, que ano passado se tornou o primeiro sulamericano a baixar de 15 minutos na prova, com 14’59”01. Foi a melhor posição de um brasileiro na prova de 1500 livre em Pan Pacific.

Resultado final 1500 livre

IMG-0490

100 peito feminino

Recorde do PAN PAC: Rebecca Soni – 1’04”93

Lily King venceu mas não ficou satisfeita com seu 1’05”44, acima de sua marca feita na seletiva americana. A marca é melhor que o tempo de Yulia Efimova no Campeonato Europeu (1’05”53), mas abaixo da melhor marca do ano da russa, 1’04”98, feito no Sette Colli.

Jessica Hansen terminou com a medalha de prata com 1’06”20, comemorando bastante depois de passar em quarto na parcial de 50 metros.

Medalha de bronze para Reona Aoki, com 1’06”34.

A argentina Julia Sebastian, que compete pela Unisanta, ficou a apenas 2 centésimos do recorde sulamericano de Tatiane Sakemi, nadando para 1’07”69, novo recorde argentino.

Resultado 100 peito feminino

IMG-0492

100 peito masculino

Recorde do PAN PAC: Kosuke Kitajima – 59”04

Grande resultado de João Luiz Gomes Junior, ficando em terceiro lugar com 59”60, sua primeira medalha de Pan Pacific! João nadou duas vezes para 59” hoje, depois do 59”67 da eliminatória.

A prova foi vencida pelo japonês Yasuhiro Koseki, com 59”08, com o australiano Jake Packard em segundo lugar, 59”20. Não tivemos nenhum americano no pódio da prova, com Andrew Wilson em quarto, com 59”70, e Michael Andrew em sétimo, com 1’00”04.

Resultado final 100 peito masculino

Screen Shot 2018-08-09 at 7.34.34 AM

Pan+Pacific+Swimming+Championships+Day+1+9jBLlWPSjIHx

200 livre feminino

Recorde do PAN PAC: Katie Ledecky – 1’55”74

Incrível resultado da nadadora canadense de 18 anos Taylor Ruck. Ela é bicampeã mundial júnior e campeã do Commonwealth Games da prova, e hoje conquistou mais uma grande vitória: ouro com 1’54”44, novo recorde de campeonato e melhor tempo do mundo esse ano, e batendo a campeã olímpica Katie Ledecky.

Ledecky, que já havia nadado e vencido o 800 livre no início da etapa, terminou em terceiro lugar com 1’55”14, sendo superada também pela japonesa Rikako Ikee, prata com 1’54”85.

Parciais de Ruck: 26”82 – 55”73 – 1’25”13 – 1’54”44
Parciais de Ledecky: 27”03 – 55”85 – 1’25”76 – 1’55”15

Na final B da prova, Larissa Oliveira ficou em sexto lugar nadando para 1’58”80, melhorando bem frente ao 2’02 feito nas eliminatórias.

Resultado 200 livre feminino 

IMG-0504

200 livre masculino

Recorde do PAN PAC: Ian Thorpe – 1’44”75

Grande prova de Fernando Scheffer, passando em terceiro lugar nos primeiros 100 metros e fechando para 1’46”12, apenas 4 centésimos acima de seu recorde sulamericano. Prova agressiva e muito bem nadada do brasileiro, que passou para 51”31 e terminou na quarta colocação.

Dobradinha dos EUA na prova, com Townley Haas e Andrew Seliskar nadando para 1’45”56 e 1’45”74. O bronze ficou com o japonês Katsuhiro Matsumoto com 1’45”92, os únicos três abaixo de 1’46. No Campeonato Europeu, a prova foi vencida por Duncan Scott com 1’45”34.

Luiz Altamir terminou em oitavo lugar com 1’47”43, piorando um pouco em relação ao 1’47”19 feito na eliminatória.

Resultado 200 livre masculino

IMG-0506

400 medley feminino

Recorde do PAN PAC: Elizabeth Beisel – 4’31”99

Bela prova de Yui Ohashi, vencendo com 4’33”77 em prova que dominou de ponta a ponta. Nadadora de 22 anos, Ohashi fez o melhor tempo do mundo este ano na seletiva do Japão, quando nadou para 4’30”82, o que a coloca como a sexta melhor nadadora da prova da história.

Melanie Margalis, dos EUA, ficou com a prata com 4’35”60. O terceiro lugar ficou com a japonesa Sakiko Shimizu, com 4’36”27.

 

Screen Shot 2018-08-09 at 8.57.09 AM

IMG-0507

Resultado 400 medley feminino 

400 medley masculino

Recorde do PAN PAC: Ryan Lochte – 4’07”59

Uma das provas mais aguardadas da competição pela torcida local japonesa, com as estrelas Kosuke Hagino (campeão olímpico da prova) e Daiya Seto (bronze no Rio e bicampeão mundial da prova em 2013 e 2015). Mas a vitoria ficou mesmo com o americano Chase Kalisz, prata na prova no Rio e atual campeão mundial, nadando para 4’07”95.

Os japoneses abriram na frente, e Kalisz chegou a estar 1 segundo e meio atrás de Daiya Seto na metade da prova. Mas seu parcial de peito foi muito melhor do que todos os demais (1’08”39, o único abaixo de 1’10), e ele assumiu a ponta com facilidade. Seu tempo de hoje é a melhor marca do mundo em 2018.

Brandonn Almeida passou o borboleta em sétimo, com 58”21, e começou a se recuperar no costas. Brandonn chegou a estar em quarto lugar mas terminou em sexto, superado nos últimos 10 metros por Jay Litherland e Lewis Clareburt. Com 4’14”53 ele fez sua melhor marca da temporada, mas ainda acima de seu melhor tempo da vida de 4’12”49, feito no Open em 2016.

Bela prova de Leo Santos, que fez 4’18”90, nadando pela primeira vez abaixo de 4’20, terminando em sétimo lugar.

Screen Shot 2018-08-09 at 8.56.57 AM

Screen Shot 2018-08-09 at 9.01.40 AM

Resultado 400 medley masculino

4×100 medley misto

Impressionante o desempenho do time australiano, que ficou próximo do recorde mundial do 4×100 medley misto, prova que será olímpica em Tóquio-2020. Também impressionou o desempenho dos EUA, que terminou em terceiro quase 3 segundos atrás do primeiro colocado. Austrália e Japão vieram com a estratégia de colocar os dois homens no costas e peito, enquanto os EUA colocou uma mulher para abrir, a recordista mundial Kathleen Baker.

Destaque para o parcial de Cate Cambpell, fechando para 50”93.

Austrália
Mitch Larkin – 53”08
Jak Packard – 58”68
Emma McKeon – 56”22
Cate Campbell – 50”93

Japão
Ryosukie Irie – 52”83
Yasuhiro Koseki – 58”57
Rikako Ikee – 55”53
Aoki – 54”05

EUA
Kathleen Baker – 59”29
Michael Andrew – 59”21
Caeleb Dressel – 50”50
Simone Manuel – 52”74

Resultado 4×100 medley misto

Screen Shot 2018-08-09 at 9.56.32 AM

Screen Shot 2018-08-09 at 9.23.58 AM

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »