Trials USA, Dia 3: A bruxa tá solta

28 de junho de 2016

ResultadosNenhum comentário em Trials USA, Dia 3: A bruxa tá solta

Das 4 finais de hoje e 8 classificados para as Olimpíadas, 7 farão sua estreia olímpica no Rio. A renovação da seleção americana é impressionante, assim como a qualidade dos nadadores que ficaram sem vaga. Nada menos que Missy Franklin e Matt Greevers, atuais campeões olímpicos do 100 costas e medalhistas no último Mundial, estão fora dessa prova nas Olimpíadas e não defenderão seus títulos.

200 livre masculino

Final muito acirrada, com Townley Haas vencendo com um ótimo final de prova, nadando para 1’45”66. Conor Dwyer, segundo colocado no 400 livre, adicionou mais duas provas à seu repertório, com o 200 livre e o 4×200, ficando apenas 1 centésimo atrás de Haas. Jack Conger teve o melhor final de prova dos 8 nadadores da final, fechando para 26”83 (o único abaixo de 27”), ficando a apenas 10 centésimos do segundo lugar (1’45”77). Ryan Lochte, que chegou a virar em segundo nos 100 metros, ficou em quarto com 1’46”62 e está classificado para as Olimpíadas para o revezamento.

 

Screen Shot 2016-06-28 at 9.15.32 PM

100 costas feminino 
As raias 1 e 8 dos Trials tinham simplesmente as últimas 2 campeãs olímpicas do 100 costas: Natalie Coughlin (2004 e 2008) e Missy Frankin (2012). E nenhuma das duas ficou com vaga para o Rio, terminando em 7o e 8o lugar, bem acima de seus melhores tempos. Muita e merecida comemoração para Olivia Smoliga e Kathleen Baker, conseguindo vaga com 59”02 (quarto tempo do mundo esse ano) e 59”29, ambas para a primeira participação olímpica.

Screen Shot 2016-06-28 at 9.23.34 PM

Screen Shot 2016-06-28 at 10.04.14 PM

100 costas masculino 

Mais uma prova com o campeão olímpico ficando de fora: Matt Greevers, ouro no 100 costas em Londres, terminou em 3o com 52”76 e está fora dessa prova no Rio. Ele ainda tem chance de fazer parte da delegação americana, especialmente no 100 livre. As vagas ficaram com dois nadadores que vão estrear em Olimpíadas, mas histórias bem diferentes: Ryan Murphy, nascido em 1995, é um dos destaques das categorias de base e NCAA há alguns anos, e representante do melhor da nova geração americana. Em segundo, David Plummer, 30 anos, que ficou a 12 centésimos das Olimpíadas há quatro anos.

Screen Shot 2016-06-28 at 9.32.35 PM

100 peito feminino 

Lily King fez o melhor tempo do ano no 100 peito com fortíssimos 1’05”20, superando a marca de Yulia Efimova. Incrível domínio da jovem que brilhou no NCAA e liderou desde o início da prova. Katie Meili vibrou demais com sua classificação depois de ficar em segundo, com 1’06”07

Screen Shot 2016-06-28 at 9.40.05 PM

Screen Shot 2016-06-28 at 10.06.06 PM

 

SEMIFINAL 

200 livre feminino 

Katie Ledecky venceu a segunda semifinal com 1’55”10, um dia depois de seu surreal 1’56”2 de passagem no 400 livre. Ela é a favorita absoluta para a vaga da prova. Leah Smith, segunda colocada no 400 livre ontem, ficou com o segundo tempo, 1’56”73. Mas nada garantido, com as representantes dos EUA na prova na última Olimpíada (Allison Schmitt e Missy Franklin) com o terceiro e quarto tempo para a final amanhã.

Screen Shot 2016-06-28 at 9.03.07 PM

200 borboleta masculino 

Michael Phelps ganhou e sobrou na segunda semifinal do 200 borboleta, nadando para 1’55”17. Ele não deve ter dificuldades em vencer a prova amanhã e se classificar para sua quinta Olimpíada, justamente na prova em que conseguiu a primeira classificação, em 2000.

Screen Shot 2016-06-28 at 10.09.14 PM

2016+Olympic+Team+Swimming+Trials+Day+3+jh0UFhP1t5wl

200 medley feminino

Primeiro tempo para a final de Maya Dirado, relaxada depois de garantir vaga em sua primeira Olimpíada no 400 medley.

Screen Shot 2016-06-28 at 10.24.14 PM

 

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »