Screen Shot 2016-06-29 at 11.02.28 PM

Trials USA, Dia 4: Vai ter Missy e vai ter Phelps

29 de junho de 2016

ResultadosNenhum comentário em Trials USA, Dia 4: Vai ter Missy e vai ter Phelps

Um dia depois de novatos desbancarem veteranos consagrados, hoje foi o dia de grandes nomes mostrarem que ainda tem muita coisa para fazer na natação. Nathan Adrian fazendo o segundo melhor tempo do ano, ainda na semifinal. Missy Franklin conseguindo vaga, Allison Schmitt conseguindo vaga. Michael Phelps conseguindo vaga, de novo.

Finais

Simone Manuel começou o 200 livre feminino muito forte, virando o primeiro 100 na frente com 55”59. A partir dai, Ledecky assumiu a ponta e cresceu no final, como fez na prova em Kazan, quando se sagrou campeã mundial. Com 1’54”88, ela se classificou para sua segunda prova, com tempo um pouco acima do que já fez esse ano (1’54”43 no GP de Austin).

E a disputa pela segunda vaga foi acirrada. Missy virou em segundo faltando 50 metros e segurou a volta, nadando para 1’56”18, segurando o final de Leah Smith e conseguindo vaga para a prova individual em que foi quarta colocada em Londres e medalhista nos dois últimos Mundiais. Smith, com 1’56”63, ficou em 3o, e Allison Schmitt, campeã olímpica da prova em 2012, ficou em 4o com 1’56”72. Depois de ficar fora dos últimos dois Mundiais e sofrer de depressão, Schmitt se garante nas Olimpíadas para nadar o revezamento.

Screen Shot 2016-06-29 at 9.11.03 PM

2016+Olympic+Team+Swimming+Trials+Day+4+Jwo6sJTbLE8l

13512179_10154268881816069_2543872276983084843_n

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

200 borboleta masculino 

O tempo não foi o que ele queria – e foi realmente estranho ver Phelps cansando tanto nos últimos 50. Chegou a parecer que Tom Shields ameaçaria sua liderança. Mas o tempo, nesse momento, é detalhe. Michael Phelps conseguiu hoje o que nenhum nadador americano jamais fez: se classificar para sua quinta Olimpíada – e na mesma prova em que se classificou para sua primeira, 16 anos atrás. Com 1’54”84, Phelps se garantiu no Rio – e ainda restam o 100 borboleta e o 200 medley. Tom Shields também cansou nos últimos metros mas garantiu vaga para sua primeira Olimpíada, com 1’55”81.

Screen Shot 2016-06-29 at 9.27.44 PM

2016+Olympic+Team+Swimming+Trials+Day+4+r7Wfwjij-eWl

2016+Olympic+Team+Swimming+Trials+Day+4+y2Dc_T2X-MYl

200 medley feminino 
Prova dramática para fechar o dia hoje. Apenas 5 centésimos separaram a segunda e a terceira colocada – aliás, essa é uma constante no 200 medley feminino na seletiva americana. Em 2008, Ariana Kukors ficou em terceiro, apenas 8 centésimos atrás de Natalie Coughlin, que representou o país junto com Katie Hoff em Pequim. Em 2012, foi a vez de Kukors ficar em segundo, apenas 25 centésimos à frente de Elizabeth Pelton. Na época, a prova foi vencida por Caitlin Leverenz, que hoje amargou o terceiro lugar (2’10”16), apenas 5 centésimos atrás de Melanie Margalis (2’10”11). Alegria de um, tristeza de outros.. isso é esporte.

Maya Dirado, já classificada pelo 400 medley, ficou em primeiro com 2’09”54. Impressionante seu parcial de costas (31”76), mais de um segundo melhor que todas as nadadoras. Muito forte também o 36”42 de Leverenz no peito.

Screen Shot 2016-06-29 at 10.17.35 PM

Semifinais

100 livre masculino 

Nathan Adrian foi o único abaixo de 48” e fez o segundo melhor tempo do mundo este ano, atrás apenas de Cameron McEvoy: 47”91. O campeão olímpico em 2012 está mais de meio segundo a frente dos demais concorrentes. O tempo para classificar para a final foi de Conor Dwyer (já classificado para o 200 e 400 livre), com 49”18.

Screen Shot 2016-06-29 at 9.00.56 PM

200 borboleta feminino 
Cammile Adams passou um susto pela manhã: foi desclassificada nas eliminatórias de sua principal prova, em que é vice campeã mundial. Mas logo depois do anúncio, a decisão foi revista e revertida. Na semifinal, nadadora fez 2’07”31 passou com o primeiro tempo par a final de amanhã.

Screen Shot 2016-06-29 at 10.27.10 PM

200 peito masculino

Kevin Cordes certamente é um dos destaques desse Trial. Depois de bater o recorde americano do 100 peito e se classificar para sua primeira Olimpíada, o nadador fez hoje o segundo melhor tempo do mundo no 200 peito esse ano, com 2’07”81, sua melhor marca pessoal. Bom também o 2’08”41 de Josh Prenot, com o segundo tempo para a final de amanhã.

Screen Shot 2016-06-29 at 10.48.49 PM

 

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »