Vários japoneses no top 3 do ranking nos últimos dois dias de seletiva

7 de abril de 2016

ResultadosNenhum comentário em Vários japoneses no top 3 do ranking nos últimos dois dias de seletiva

Mais dois dias de finais se passaram no Japão, somando 4 etapas de competição, de um total de 7.

Presente em praticamente em todas as etapas, disputando diferentes metragens e estilos sempre em altíssimo nível, Kosuke Hagino venceu os 200 livre com melhor tempo do ano: 1’45”50, mais um top 1 dele nessa competição. Takeshi Matsuda e Naito Ehara com 1’46”88 e 1’46”89, respectivamente, dão mais graça a esse possível 4×200.

Outro destaque da competição está sendo a jovem Rikako Ikee, que no segundo dia já havia batido o recorde nacional dos 100 borboleta e ontem ficou a apenas dois centésimos do recorde nacional dos 200 livre com 1’57”39. Esse tempo não é abaixo dos 1’56”82 exigidos pela federação japonesa, mas como ela já está garantida pelos 100 borboleta, deve nadar a prova no Rio.

rikako ikee seletiva japonesa

A prova de peito feminina, assim como a masculina, é sempre muito disputada e com um nível fora do normal. Foram três japonesas abaixo de 1’07” na final dos 100 peito, com vitória de Kanako Watanabe para 1’06”57, Satomi Suzuki com 1’06”72 e Rie Kaneto com 1’06”79. As três nadaram abaixo do difícil índice japonês, mas Watanabe e Suzuki são as garantidas para a prova.

Nos 200 borboleta, excelente resultado de Natsumi Hoshi e Suzuka Hasegawa. Natsumi fez o melhor tempo do ano com 2’06”32, dois centésimos melhor que Mireia na seletiva espanhola. Suzuka também se garantiu para as Olimpíadas com 2’06”92.

Ainda sobre as mulheres, os 200 medley foi outra prova em que três nadadoras fizeram abaixo do tempo exigido pela federação japonesa, de 2’11”03. A melhor delas foi Miho Teramura com 2’09”87, única abaixo dos 2’10” e com o segundo melhor tempo do ano, atrás apenas de Katinka Hosszu. Em uma disputa mais acirrada, Runa Imai levou a melhor com 2’10”76 sobre a medalhista do último mundial Kanako Watanabe que terá que se contentar em disputar apenas as provas de peito no Rio (ela é uma das favoritas para a prova de 200).

Ryosuke Irie, o mito do nado costas da natação japonesa, venceu a prova dos 100 abaixo do índice exigido, com 53”27. Era esperado um sub-53 do nadador, mas suficiente para fazer o quarto melhor tempo da temporada, em prova que ainda teve a classificação automática de Junya Hasegawa com 53”49, exatamente o mesmo tempo do índice.

Após algumas semis de hoje, podemos esperar excelentes finais também amanhã, a mais esperada (provavelmente da competição) é a final dos 200 peito masculino, onde nadar pra 2’10” não garantiu final. Kosuke Kitajima é um dos oito finalistas e pode amanhã, de fato, garantir-se para o Rio.

Outra final que promete um bom resultado é os 200 borboleta com Daiya Seto, hoje ele venceu as semis com 1’55”00. A final ainda terá o recordista nacional e medalhista olímpico da prova Takeshi Matsuda.

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »