Para ficar de olho: Ariarne Titmus

15 de janeiro de 2019

Para ficar de olhoNenhum comentário em Para ficar de olho: Ariarne Titmus

Voltamos com a série “Para ficar de olho”: E o nome dessa semana é Ariarne Titmus. Ok, ela já é uma realidade. Mas a jovem nadadora de apenas 18 anos de idade, ainda tem muito o que evoluir na natação e, quem sabe, ser alguém que dê trabalho pra Ledecky… Difícil imaginar né?

Ariarne Titmus faz parte da jovem e promissora natação feminina australiana, que vem despontando com potencial de já começar a ganhar espaço nas Olimpíadas de Tóquio, ano que vem.

Dentre essas nadadoras, Ariarne é a única que já tem uma posição de destaque a nível mundial. É a atual recordista mundial dos 400 livre em piscina curta, quando venceu a prova no Mundial de Hangzhou, agora em dezembro.

Ariarne Titmus campeã Mundial de Hangzhou 400 livre

Inclusive, 2018 foi o grande ano na carreira dela até agora: foi campeã dos 400 e 800 livre e prata nos 200 livre no Commonwealth Games, campeã dos 200 e 400 livre no Mundial de piscina curta em Hangzhou, e vice-campeã nos 400 e 800 livre no Pan Pacific, atrás apenas, adivinha de quem? Sim, Katie Ledecky.

Ariarne Titmus Katie Ledecky Pan Pacific

Na prova dos 400 livre no Pan Pac, Ariarne Titmus ficou a apenas um pouco mais de 1 segundo atrás da americana. Tratando-se de Ledecky, isso já é um incômodo… Além disso, a australiana tornou-se a terceira mulher da história da natação a nadar abaixo dos 4 minutos em piscina longa e a segunda pós era dos trajes tecnológicos. Ou seja, sem trajes, ela e Ledecky são as únicas na história a conseguirem o feito. A primeira a fazer isso foi a italiana Federica Pellegrini, em 2009, com trajes de borracha.

Nascida no ano 2000, a nadadora tem tudo pra só ter começado. Então, melhor ficarmos de olho!

 

 

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »