Sun Yang é suspenso por 8 anos

28 de fevereiro de 2020

Blog, DopingNenhum comentário em Sun Yang é suspenso por 8 anos

O nadador chinês Sun Yang, três vezes campeão olímpico e recordista mundial, foi suspenso por oito anos pela Corte Arbitral do Esporte (CAS/TAS). A decisão foi divulgada hoje no site da CAS.  O chinês postou em uma rede social que irá recorrer da decisão, mas a apelação é improvável, dado que o Tribunal é a última instância da justiça esportiva.

O caso aconteceu em 2018, quando o nadador destruiu seu própria exame de sangue com um martelo durante um controle de doping, e se recusou a fazer um teste de urina. O Painel de Doping da FINA julgou o caso em novembro e absolveu o nadador, alegando um erro no processo. Com isso, a WADA (Agência Mundial Antidoping) apelou então ao TAS, pedindo uma punição entre 2 e 8 anos. Hoje, um painel com três juízes decidiu de forma unânime pela suspensão máxima do nadador, tornando-o inelegível por 8 anos.

De acordo com o comunicado, o Painel entendeu que o atleta violou o Artigo 2.5 da regra de doping da FINA. “O Painel entende que a pessoa responsável pelo controle de doping seguiu todas as medidas requeridas. Mais especificamente, o atleta falhou em justificar porque ele destruiu a amostra de sangue e renunciou ao controle de doping quando, na opinião dele, o protocolo de coleta não estava de acordo. O Painel nota que uma coisa é, tendo entregue a amostra de sangue, questionar o teste e mantê-las intacta em posse das autoridades, outra é, depois de ouvir as consequências, destruir completamente as amostrar, eliminando qualquer chance de testar as amostras”. 

Para chegar à punição máxima, de oito anos, foi considerado o caso anterior de doping do nadador, em junho de 2014.

Veja abaixo o post do nadador após saber da decisão. Ele diz que está “chocado, bravo e não consegue entender o resultado“. Sun Yang diz ainda que cooperou com o controle de doping, mas que no caso em questão, os inspetores não eram qualificados. “Eu acredito na minha inocência! Acredito que os fatos vão superar as mentiras.”

A punição passa a valer de hoje até dia 27 de fevereiro de 2028 e não será retroativa, então não serão anulados os resultados de Sun Yang no Mundial de Gwangju – na ocasião, ele foi ouro no 200 e 400 livre. Nesta prova, foi seu quarto título mundial consecutivo.

 

 

 

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »